Estrutura curricular e Ementas das disciplinas

Estrutura Curricular

 

Para o Mestrado - Devem ser cumpridas 12 (doze) créditos em disciplinas obrigatórias, 08 (oito) créditos em disciplinas optativas e 04 (quatro) créditos em atividades complementares.

 

Para o Doutorado -

Devem ser cumpridas um total de 12 (doze) créditos em disciplinas obrigatórias, 08 (oito) créditos em disciplinas optativas e 08 (oito) créditos em atividades complementares. Além dos créditos atribuídos a disciplinas, são atribuídos mais 32 (trinta e dois) créditos de atividades programadas referentes à defesa e à aprovação da tese.

 

Disciplinas Obrigatórias

 

I-Disciplinas Obrigatórias

Disciplina Créditos Carga Horária
Teoria Sociológica I 04 64
Teoria Sociológica II 04 64
Métodos e técnicas de pesquisa 04 64

 

Teoria sociológica 1
Contexto histórico do surgimento da Sociologia; Émile Durkheim e a Formalização Sociológica; Max Weber e a Sociologia Compreensiva; Karl Marx e a crítica à sociedade capitalista.

Teoria Sociológica 2 Balanço do estado atual do conhecimento sociológico; A oposição entre níveis micro e macro de análise; A oposição entre individualismo e holismo; tentativas de superação: Giddens e Bourdieu; O individualismo metodológico; A racionalidade da ação e seus limites; efeitos perversos; Ação coletiva.

Métodos e Técnicas de Pesquisa A ciência e seus perigos. Progresso científico e revoluções na ciência. Método científico, cartesianismo, positivismo e modernidade. Lógica da descoberta científica. Método e filosofia da ciência. A metodologia dos programas de pesquisa científica. Ciência e realidade. O projeto científico. Métodos e instrumentos de pesquisa. A tecnologia do projeto de pesquisa. O aparato estatístico. O problema da informação científica. Tratamento de dados. A “contracorrente”. A responsabilidade do cientista.

Dissertação e Tese Atividade de manutenção do vínculo do discente com o programa, é dedicada à elaboração do projeto de dissertação/tese pelo aluno e não conta créditos.

Disciplinas Optativas

Ofertadas de acordo com as linhas de pesquisa em Disciplinas Regulares ou Tópicos Avançados, portanto de caráter flexivo, ou seja, sua oferta pode ser descontínua.

 II-Disciplinas Optativas

Disciplina Créditos Carga Horária
Conflito, criminalidade e violência 04 64
Diferença, Desigualdade e Cidadania 04 64
Desigualdade e sociedade 04 64
Trabalho e Sociedade 04 64
Cultura e Sociedade 04 64
Religião e Sociedade 04 64
Fluxos Migratórios: Inserção, identidade e violência 04 64
A Dinâmica dos Movimentos Sociais na Sociedade Moderna 04 64
Movimento Social Negro, Racismo e Estado 04 64
Territorialidades Urbanas, Memória e Sociedade 04 64

EMENTAS DAS DISCIPLINAS OPTATIVAS

Linha de pesquisa: Desigualdades, Diferenças e Violências

Conflito, criminalidade e violência Compreender as matrizes teóricas que orientam os estudos sobre violência e da criminalidade. Discutir as suas diversas manifestações da violência na sociedade brasileira. Analisar a relação entre violência e modernidade, bem como das novas teorias que refletem sobre as mudanças que a modernidade tardia e o fenômeno da violência e da criminalidade.

Diferença, Desigualdade e Cidadania Crítica da modernidade, privilegiando os campos analíticos dos feminismos, dos estudos da subalternidade, da pós-colonização/descolonização e estudos queer. Políticas
identitárias, interseccionalidades e direitos humanos. Multiculturalismo e interculturalidade.

Desigualdade e sociedade Análise da desigualdade social e da pobreza no Brasil. Analisar de que forma a desigualdade incide sobre os marcadores sociais da diferença: classe, raça/etnia, gênero, sexualidade, deficiência e geração, entre outros.

Linha de pesquisa: Trabalho, Formação e Representações Culturais

Trabalho e Sociedade
Trabalho e suas transformações. Subjetividade e identidade no trabalho. Sindicatos e associativismo. Trabalho e gênero. Formação, educação e o mundo do trabalho

Cultura e Sociedade
Discussão de categorias teóricas, clássicas e contemporâneas sobre a cultura; Configurações discursivas e simbólicas; as abordagens do discurso; as abordagens do imaginário; memória social e relações identitárias.

Religião e Sociedade
Ciências Sociais da Religião, Sociologia e Antropologia. Estudo do fenômeno religioso a partir dos três principais autores das ciências sociais: Marx, Durkheim e Weber. Análise da influência dos clássicos nas abordagens contemporâneas da religião. Debate acerca do cenário religioso no Brasil.

Fluxos Migratórios: Inserção, identidade e violência
Migrantes e refugiados: análise conceitual; contexto histórico das migrações no Brasil; migrante e relações de trabalho; xenofobia, conflito, violência e outras práticas de segregação social; autores e metodologias para reflexão dos fluxos migratórios; conceitos e análises sociológicas presentes nas políticas migratórias.

• Linha de pesquisa: Movimentos Sociais Rurais e Urbanos e a Sociedade Civil

A Dinâmica dos Movimentos Sociais na Sociedade Moderna Movimentos Sociais, Teoria e Método. Introdução às teorias dos movimentos sociais. Movimentos Sociais e Classes Sociais. Movimentos Sociais e Economia. Movimentos Sociais e Estado. Movimentos Sociais e Sociedade Civil. Movimentos Sociais e Cultura.

Movimento Social Negro, Racismo e Estado A constituição do movimento social negro no Brasil; ideologias racistas no contexto brasileiro; movimento negro, classes sociais e estado; racismo e antirracismo; sociedade e lutas sociais; instituições, estado e racismo; intelectuais, racismo e movimento negro.

Territorialidades Urbanas, Memória e Sociedade O espaço urbano, ao mesmo tempo em que é compartilhado fisicamente, também se configura como um espaço de confronto, de mistura e de contato, o qual é apropriado pelos sujeitos que nele atuam cotidianamente. Esta disciplina propõe uma reflexão sobre questões que envolvem a memória e a constituição de territórios citadinos; as maneiras de viver e perceber a cidade; o cotidiano, as estratégias de sobrevivência e disputas pelo espaço; a construção, reconfiguração ou consolidação de socialidades, identidades, territorialidades, sentimentos de pertencimento e cidadania; e, por fim, questões relacionadas ao trabalho, lazer e lutas urbanas.